Especialidades

CONSULTA MÉDICA

Urologia

Urologia

É a especialidade médica especializada em estudar, diagnosticar, tratar e prevenir problemas relacionados ao trato urinário de homens e mulheres e sobre a genital masculina. O médico que atua nesta especialidade é o Urologista.


Dermatologia

Dermatologia

É a especialidade médica atua no diagnóstico, prevenção e tratamento de doenças e afecções relacionadas à pele, pelos, mucosas, cabelo e unhas.O médico especialista nessa área é o dermatologista.


Ginecologia

Ginecologia

É a área médica especializada em cuidar do aparelho reprodutor feminino, compreendendo diagnóstico, tratamento e prevenção de todas as questões relacionadas ao útero, à vagina, à vulva, às trompas, aos ovários e às mamas. O médico que atua nesta especialidade é o Ginecologista.


Nutrição

Nutrição

É a área da saúde que estuda os alimentos e o efeito que eles produzem em nosso organismo. Ele pode atuar em diversas áreas, desde a prescrição de dietas para indivíduos até o acompanhamento de atletas profissionais, passando por pesquisa, marketing e muito mais.


EXAMES

Urofluxometria

É um exame, não invasivo e muito simples, que avalia o modo como você urina (fluxo de urina) fornecendo dados importantes sobre a sua saúde miccional. É indicado quando há alterações na micção, tanto para homens quanto para mulheres Os laudos são liberados na hora.

Preparo: O paciente deve estar com a bexiga confortavelmente cheia.

Estudo Urodinâmico ou 
Avaliação Urodinâmica

Urinar parece mas não é um ato simples, envolve o sistema muscular da bexiga, o sistema nervoso central e os nervos da medula espinhal, e tudo isso exige uma coordenação precisa entre diversos elementos do corpo humano. Quando algo está fora do equilíbrio, pode haver risco para diversos órgãos como a bexiga ou mesmo os rins. O estudo urodinâmico é um dos testes que avalia a integridade desse equilíbrio e pode indicar as causas de possíveis problemas. É um exame que procura simular as fases do ciclo de micção – enchimento e esvaziamento – avaliando o funcionamento do sistema urinário. 

É indicado para pacientes com sintomas de distúrbios miccionais, incontinência urinária, obstrução do trato urinário, bexiga neurogênica, urgência miccional, falência da musculatura da bexiga, entre outros. Entretanto, para avaliar a real necessidade de realização do estudo, o urologista precisa conversar antes com o paciente e ouvir a sua história.

Preparo: O paciente deve estar com a bexiga cheia. A parte inicial do exame é uma tentativa de micção voluntária. A presença de infecção urinária é contraindicação à realização do estudo urodinâmico.  

Captura Híbrida

Captura híbrida é um exame molecular capaz de diagnosticar o vírus do Papiloma Vírus Humano - HPV ainda que não tenham aparecidos os primeiros sintomas da doença. Permite identificar 18 tipos do HPV, divididos em grupo de baixo risco ou grupo A, que não causam câncer e de alto risco ou grupo B, que podem causar câncer. Para o grupo de baixo risco, detectam-se 5 tipos de HPV e para o de alto risco, 13 tipos.

Sua indicação é feita para o diagnóstico e acompanhamento de infecção pelo HPV.

Preparo: Inclui não ter relações sexuais 3 dias antes e em caso de coleta através da uretra, também estar há pelo menos 4 horas sem urinar e em caso de coleta através do pênis, estar um mínimo de 8 horas sem higiene local.

Biópsia Prostática

Exame realizado com a utilização de um aparelho de ecografia através do qual são retirados fragmentos prostáticos para avaliação histopatológica. É realizado quando há suspeita de câncer de próstata, seja por alteração no exame digital retal (toque retal) ou por alteração no exame PSA (exame de sangue). É utilizada anestesia local ou sedação venosa.

Preparo: deve ser orientado previamente pelo médico que irá realizar o procedimento.

Dilatação Uretral

É um procedimento realizado com o objetivo de tentar dilatar o tecido fibrótico da área uretral estreitada, aumentando o seu diâmetro interno. Na maioria dos casos, é necessário fazer dilatações sucessivas até se obter uma estabilização do calibre da uretra com estenose (estreitada).

O procedimento pode ser empregado nos casos de estenoses curtas e leves de uretra ou mesmo no pós-operatório de cirurgias realizada na uretral.

Preparo: Não é necessário preparo especial.

Biópsia de Lesões Genitais (Escrotais e Penianas)

É um procedimento no qual um pequeno fragmento da genitália (pênis ou bolsa testicular) é retirado para avaliação histopatológica. A realização é indicada quando é necessário esclarecer a natureza de uma lesão na região genital que não responde aos tratamentos corriqueiros; ou quando é preciso obter material para testes específicos, como a imunofluorescência.

Preparo: Tricotomia (raspagem dos pelos pubianos)

Uretrocistoscopia

É um exame parecido com os exames de endoscopia gástrica, ou seja, o médico utiliza um dispositivo óptico para olhar por dentro do aparelho urinário (uretra, próstata e bexiga).

É indicado no diagnóstico de patologias vesicais (como o câncer de bexiga), realização biópsia endoscópica da bexiga, diagnóstico e avaliação de distúrbios do trato urinário, como aumento prostático, investigação de sangramentos, auxílio na determinação da causa de dor ao urinar e além de avaliação de infecções urinárias de repetição.

Pode ser realizado sob anestesia local ou sedação anestésica. Ao final do procedimento, o paciente é liberado para o domicilio, sem necessidade de internação.

Preparo: Idealmente o paciente deve apresentar um exame de urina sem evidência de infecção. Em casos excepcionais, o exame pode ser realizado na vigência de infecção urinária, desde que, já esteja em tratamento antibioticoterápico.

Peniscopia

É um exame feito através de um aparelho de magnificação óptica chamado peniscópio, a fim de detectar-se lesões genitais tais como as induzidas pelo Papiloma Vírus Humano (HPV).

Indicação: Rastreamento de lesões causadas pelo vírus da papilomatose humana (HPV), e outras doenças. 

Preparo: Aparar os pelos pubianos.

Eletrocoagulação ou eletrocauterização
de verrugas genitais

Procedimento minimamente invasivo utilizado para tratar lesões cutâneas, inclusive de região genital. A eletrocoagulação de lesões de genitais é um procedimento ambulatorial e o paciente pode retornar para casa logo após seu término.

Preparo: Tricotomia (corte dos pelos o mais rente possível).

Cateterismo Vesical

É a introdução de uma sonda pela uretra até a bexiga, a fim de drenar a urina nos pacientes que não conseguem drenar espontaneamente. Pode ser realizada sondagem de alívio, quando se remove o cateter após o esvaziamento da bexiga, ou pode ser realizada sondagem de demora, quando se mantem a sonda no local, nos pacientes que em que a micção espontânea está impossibilitada.

Preparo: Não é necessário preparo especial.

Teste de Ereção Fármaco-Induzido (TEFI)

É um exame no qual são injetas substâncias vasodilatadoras diretamente nos corpos cavernosos penianos com o objetivo de avaliar a capacidade de resposta destes vasos e consequentemente a ereção. É indicado para pacientes com disfunção erétil e que não respondem ao tratamento com o uso de medicações por via oral.

Preparo: Não é necessário preparo especial.

Reno Medicina
Enviar WhatsApp